Opções: Vantagens em Usá-las

Opções: Vantagens em Usá-las

Autor: Palestrante Luiz Fernando Roxo

Operar Opções no mercado é mais simples do que a maioria das pessoas imagina. E não tem nada a ver com jogo de sorte.

Minha finalidade aqui é tirar você da zona de conforto e fazê-lo entender o que são as Opções por um outro ângulo.

Vou mostrar que as Opções podem te ajudar tanto a lucrar, quanto proteger o seu patrimônio das eventuais crises. Você verá que é possível ganhar na baixa e, principalmente, na alta do mercado.

Como assim Roxo? Calma! Além de falarmos sobre como é possível ganhar com elas no Mercado Financeiro, vamos também entendê-las pelo ângulo da opcionalidade nas relações humanas.

Vamos lá!

A definição de Opções no Mercado Financeiro

Opção é um contrato de direitos e obrigações entre duas partes, que é negociado na Bolsa de Valores.

As negociações dos contratos de opções acontecem por um determinado período, de compra ou de venda, e são atreladas a um lote de ações, por um preço fixado, chamado preço de exercício ou strike.

As Opções são derivativos e as negociações desses contratos dependem de outros ativos. A principal função desses contratos é o de gerenciar os riscos por um certo valor, chamado de prêmio.

Você sabia a primeira relação de Opções não se deu no mercado, mas sim no mundo real? Veja o exemplo a seguir

Suponha que você é convidado para um jantar no sábado à noite e responde: “se der, eu vou”. Nessa situação, você tem a opção de ir, e não a obrigação!

Agora, se você disser: “eu vou, pode me esperar”, você tem a obrigação de ir. E se a pessoa disser: “venha, estou te esperando”, ele tem a obrigação de recebê-lo.

Entendeu? E não para por aí, até mesmo os macacos têm uma relação de opções. Eles, por exemplo, trocam uma banana por um favor!

Tudo isso faz parte do mundo da OPCIONALIDADE!

As Opções servem para fazer alavancagem, para proteger a carteira ou ainda, para especular. Por exemplo:

Na hora em que eu compro um seguro para o meu carro, ou para o meu portfólio de ações, eu estou me protegendo.

Quando eu compro uma opção de compra de um papel ou um “pozinho”, porque acho que o papel vai subir muito, nesse momento eu estou simplesmente fazendo uma especulação, alavancando com perda máxima limitada, mas com ganho máximo ilimitado.

Portanto, servem tanto para alavancar, quanto para proteger.

Como ter um seguro de carteira e estar protegido nas crises
Ter uma carteira de ações é uma coisa muito boa, principalmente quando você escolhe bons papéis e o mercado sobe. O problema é que, com certa frequência, acontecem quedas no mercado financeiro, muitas vezes fazendo os papéis afundarem rapidamente. Um pânico total.

Imagine poder ter ganhos obtidos no movimento de alta nos papéis, e ter perdas limitadas ou ainda um seguro para suas perdas.

Comprando uma de uma opção de venda para as suas ações, chamada de put, você estará protegendo sua carteira e ainda por vir a lucrar com essa opção.

Um exemplo bem interessante é comprar put de BOVA11, que tem como índice a cotação das 10 maiores ações da Bovespa. Se o mercado cair rapidamente, essa sua put se valorizará, protegendo assim sua carteira. Se o mercado subir, você perde o valor da put, mas que é pequeno em relação ao ativo.

As vantagens de usar Opções e como cada pessoa pode usá-las

É muito interessante ter uma relação de opcionalidade na vida, no trabalho, na empresa, com os clientes e com seus negócios em geral. Mais ainda, é muito importante possuir opções e opcionalidade nos seus investimentos.

Se você passar a pensar mais na opcionalidade, você irá melhorar as tomadas de decisões não só na sua vida, mas no mercado financeiro também, fazendo melhores escolhas em tudo o que faz!

Assim, você evoluirá gradativamente e a sua relação com a sorte e o risco irá mudar radicalmente!

Fonte: http://blog.luizfernandoroxo.com.br/opcoes-vantagens-de-usar

LUIZ FERNANDO ROXO
Economista, Empresário, Escritor e Palestrante