O Poder da Comunicação… na Carreira e nos Relacionamentos

O Poder da Comunicação… na Carreira e nos Relacionamentos

Autor: Palestrante Sergio Brassi

Por que algumas pessoas tem sucesso, enquanto outras supostamente mais capacitadas, não avançam na vida?

Por que quem trabalha mais, não é quem mais ganha dinheiro?

Por que algumas pessoas atingem naturalmente seus objetivos, enquanto outras lutam a vida inteira e não conseguem chegar lá?

Pois eu vou lhe dar a resposta a essas perguntas…

“A diferença entre o sucesso e o fracasso está na forma como você se comunica”.

Os grandes líderes da humanidade foram pessoas que souberam se comunicar com eficiência e eficácia. Eles sabiam e sabem, transmitir suas ideias de forma tão persuasiva, com tanta coerência, que influenciam a maneira de pensar e agir de milhares de pessoas, fazendo a diferença no mundo.

Como você pode ver, a forma como você se comunica faz toda a diferença em sua vida.

A linguagem cria nossa realidade!

À medida que você cresce no escalão da vida, torna-se mais importante saber se comunicar bem. Veja só… O melhor médico não é o que sabe mais medicina, mas aquele que se relaciona melhor com seus pacientes… O melhor líder não é o que domina ferramentas avançadas de liderança, mas o que sabe persuadir e engajar sua equipe para atingir seus objetivos… Assim como, o melhor advogado não é o que conhece mais leis, mas sim, aquele que se relaciona melhor com seus clientes, com os jurados e com o juiz.

No momento em que você aprende a se comunicar melhor, aumenta o seu valor no mercado.

Como está sua comunicação com seus filhos?

Com seus pais? Com seus amigos? Com seu chefe? Com seu cônjuge?

Enfim! Como você está se comunicando?

Você tem alcançado seus objetivos?

A eficiência da sua comunicação é o termômetro do seu sucesso.

O que quero que você entenda agora é que comunicação é poder, e quando você potencializa sua comunicação, você pode mudar sua própria experiência de mundo, pois, todo sentimento ou comportamento, tem suas raízes em alguma forma de comunicação, seja ela, interpessoal ou intrapessoal.

Vejamos agora esses 2 tipos de comunicação que fazem toda a diferença em nossas vidas.

São elas:

comunicação interpessoal, que é expressa por palavras, expressões faciais, postura do corpo, etc… E a comunicação intrapessoal, que são as coisas que imaginamos, sentimos, e dizemos dentro de nós… Nosso diálogo interno.

Portanto, você precisa aprender a melhorar não só sua comunicação interpessoal, mas também a intrapessoal, pois assim como sua comunicação com as outras pessoas é importante, a comunicação que você mantém com você mesmo, dentro da sua cabeça, é a que determina seu estado emocional, portanto, determina seu comportamento.

Gosto de usar um esquema que demonstra claramente isso:

PENSAMENTO – SENTIMENTO – COMPORTAMENTO

Pensamento gera sentimento que gera comportamento… é assim que funciona!

O que você pensa gera em você um sentimento, e de acordo com esse sentimento, você tem um comportamento.

Seu nível de comunicação determina o que experimenta no seu interior – alegria, felicidade, amor, êxtase, raiva, etc…

Em nossas palestras e treinamentos nos aprofundamos mais no conhecimento da estrutura dos nossos pensamentos e como podemos dominá-los, porém, nesse artigo vamos nos ater a comunicação interpessoal.

Existe um conceito que diz que bons comunicadores já nascem com esse dom.

Saliento que, embora existam pessoas que tem uma facilidade maior em se comunicar, ninguém nasce falando. Ninguém chega em um berçário e diz: Aquele vai ser um bom comunicador… Aquele outro não… Não é verdade?

A comunicação é um processo que se desenvolve no decorrer da vida. Agora se você nunca se interessou por isso, você vai estagnar… Ficar parado no tempo… num mundo que está em constante mutação.

Segundo estudos, a excelência na comunicação, hoje pode ser dividida em duas partes:

1ª – Científica;
2ª – Artística.

Segundo Thomas Edson, o sucesso é constituído somente de 10% de inspiração e de 90% de transpiração, ou seja, por traz da comunicação como arte (10%) existe uma ciência (90%) que felizmente pode ser aprendida linguisticamente.

Hoje a neurociência explica a parte científica da comunicação, inclusive trazendo novas disciplinas como, por exemplo, o neuromarketing.

Já a parte artística da comunicação é um processo que pode ser desenvolvido pela prática apoiada na ciência.

Agora que você já entendeu a importância de uma boa comunicação em sua vida, vou lhe dar algumas dicas para que você atinja a excelência e comece a transformar sua vida.

Não temos uma 2ª chance de causar uma 1ª boa impressão

Pesquisas mostram que quando conhecemos uma pessoa, são nos primeiros minutos que decidimos se vamos ou não gostar dela. Você deve se lembrar de alguma ocasião em que conheceu alguém, e logo nos primeiros instantes já havia formado uma opinião sobre ela… não é mesmo?

Pois bem, nosso inconsciente avalia a pessoa através da aparência e da linguagem corporal e nos fornece um relatório, por isso, comece a prestar atenção em como você quer ser percebido desde o primeiro instante.

As pessoas compram primeiro você, depois suas ideias, portanto, se deseja vender seus serviços ou suas ideias, comece primeiro a se vender de uma maneira mais assertiva.

Use sua linguagem para gerar ação

Somos animais linguísticos. A linguagem nos difere dos outros animais e nos torna humanos. Pessoas bem sucedidas sabem usar a linguagem para gerar ação no universo.

Vou lhe dar um exemplo:

Quando você diz: “Gostaria de agradecer pelo apoio que recebi”, você usou o verbo num tempo condicional, que não gerou nenhuma ação.

Agora perceba a diferença quando você diz: “Eu agradeço pelo apoio que recebi”, com a segundo frase você gerou uma ação, porque conjugou o verbo no presente, que é onde sua vida acontece, no aqui e agora, portanto, comece a usar sua linguagem no presente gerando ação e transformando seu universo. Lembre-se: “Linguagem cria a realidade desejada”.

Comece a dominar sua comunicação

Como?

Aprenda a ouvir mais… A maioria das pessoas tem a tendência de falar mais do que ouvir. Quando ouvimos temos a oportunidade de aprender.

Por isso, Deus nos deu 2 ouvidos e uma boca, para ouvir mais do que falar.

Comece a prestar a atenção a como seu interlocutor se comunica, quais as palavras que ele usa com mais frequência, se tem algum sotaque, se fala rápido ou lentamente, ou seja, quais as características da comunicação usadas por ele.

Assim, você terá a oportunidade de se expressar de forma semelhante e transmitir a ele, inconscientemente, a ideia que vocês são parecidos, deixando seu interlocutor muito mais propenso a aceitar suas ideias.

Gostamos de pessoas iguais a nós… Para provar isso, pense: quem são seus amigos? Provavelmente pessoas que gostam das mesmas coisas que você… não é mesmo?

Bem, agora com essas dicas você já pode dar o primeiro salto em busca da excelência na comunicação, porém, quero deixar para você a maior de todas as dicas… a dica de ouro.

Conhecimento só é valido se colocado em ação!

Comece a praticar ainda hoje tudo o que você aprendeu, e tenha sua vida transformada!

Espero que tenha gostado e até nosso próximo encontro… Te vejo do outro lado!

*Conheça nossas palestras e treinamentos e potencialize sua comunicação para uma vida plena…

SERGIO BRASSI
Escritor, Orador e Palestrante