Liderar com crise é diferente?

Liderar com crise é diferente?

Autor: Palestrante Pedro Janot

Muitos empresários têm me perguntado como liderar em tempos de crise. E a minha resposta pode parecer assustadora, mas a verdade é que: nada muda. Crise, ou não, o líder precisa estar em manter pulsantes todos os ativos da companhia. Na prática, escolha 5 pontos focais que garantirão a sobrevivência do lucro ou da empresa. Um deles, a minha bandeira, não pode mudar: maior ativo é o conhecimento aplicado, logo, nosso maior ativo são nossos funcionários. Gente.

Internamente, não se contamine com o desânimo que não é realmente o do mercado. Exorcize o que não é real estando presente todos os dias e trocando informações claras diretamente com seu time de multiplicadores. Afastando pessoalmente boatos, transferindo energia e ouvindo não só problemas, mas também ideias.

Tá, e quando o enxugamento é inevitável? Esse processo precisa seguir os valores com transparência. Todo mundo sabe quando você demite aquele indivíduo que não se encaixou com a desculpa da crise. Portanto, atribua critérios definidos e avaliações sinceras. Preparar para um povo momento também é atitude de líder. Se o corte atingir mesmo quem deveria ficar, encaminhe um a um com respeito e atenção.

Finalmente, meu novo mantra em forma de pergunta: Se o líder não for otimista, quem será? Alimente esse mindset e bola para frente.

Fonte: http://www.pedrojanot.com.br/crise/

PEDRO JANOT
Membro do Conselho da Azul Linhas Aéreas