Gestão de Equipes em um Cenário de Mudanças

Gestão de Equipes em um Cenário de Mudanças

Autor: Palestrante André Kaercher

Prezado amigo empresário. O nosso mercado vem passando por transformações consideráveis. O que era diferencial há dois ou três anos, hoje passou a ser obrigação no processo de fidelização de clientes. Realizando trabalhos em 5 estados brasileiros nos últimos 4 meses, me deparei com situações bastante inusitadas de gerentes, supervisores e até mesmo diretores de pequenas e médias empresas utilizando fatores como segurança, pontualidade na entrega e até mesmo qualidade nos seus produtos como potenciais diferenciais para os seus negócios. Ledo engano. O mercado mudou, o cliente mudou.

Com toda esta evolução positiva, os empreendedores que, sem sombra de dúvidas são a maiores alavanca da nossa economia, precisam entender que o grande pilar do seu negócio se chama “gente”. É isso mesmo. Pessoas, equipe, time, grupo como queira. Uma das maiores dificuldades dos empresários na atualidade é justamente fazer com que este pilar funcione de maneira eficiente e eficaz, por isso, preparamos um script básico de 4 dicas que, inclusive já implantamos em diversas empresas e com resultados expressivos tanto em volume de vendas como em satisfação dos clientes. Elas certamente irão te ajudar na gestão da sua equipe. Vamos lá:

1. Formação de uma equipe comprometida com o projeto da sua empresa. Se a sua equipe é apenas envolvida, sinto em informar, a culpa é sua. Em algum momento você recrutou errado, selecionou errado ou está com as pessoas certas nos lugares errados. Não é fácil montar uma equipe comprometida e este resultado não acontece do dia para noite, mas é preciso estar sempre de olho no mercado e, principalmente nos talentos perdidos que estão dentro do seu próprio negócio.

2. Treinamento para a sua equipe. Este pilar é fundamental e remete muito ao velho ditado de que equipe mal treinada não vence jogo. Treinamento é uma obrigação em qualquer empresa e precisa ser feito o ano inteiro. A cada mês, ou a cada dois meses proporcione a sua equipe doses homeopáticas de treinamento como foco nos objetivos da sua empresa e perceberá nos primeiros 90 dias uma mudança de atitude que certamente gerará negócios para a sua empresa.

3. Motivação para sua equipe. Amigo, empresário, motivação não é auto-ajuda. Motivação é o despertar da equipe em busca de um motivo para ação. Motivo+ação, é isso mesmo, simples assim. Não motive a sua equipe apenas com dinheiro e comissões. Eles são muito importantes, porém, os maiores motivadores da sua equipe estão desmembrados em 2 fatores: 1. Confiança no Líder e 2. Lançamento de desafios e responsabilidades. Entende? Isso é gestão. Lance desafios para a sua equipe estabeleça uma conexão positiva entre lideres e liderados e os seus resultados frente ao mercado irão fluir muito bem.

4. Monitoramento dos seus resultados. Nós, no meio empresarial só podemos mudar aquilo que podemos medir. O monitoramento de vendas ou de processos administrativos são muito importantes na evolução da sua equipe. Não adianta apenas dar uma meta mensal e ficar esperando em berço esplêndido os resultados aparecerem. É preciso ir além. É preciso ir a campo com a sua equipe mensurar os seus resultados na prática.

Aí estão. 4 dicas básicas para a gestão da sua equipe num cenário competitivo. Espero ter te ajudado. Não esqueça: O mercado é seu! As oportunidades estão nas suas mãos e, o desenvolvimento da sua empresa, passa pelo desenvolvimento das pessoas (Drucker). Um forte abraço.

Fonte: http://www.andrekaercher.com.br/gestao-de-equipes-em-um-cenario-de-mudancas/

ANDRÉ KAERCHER
Coaching, Vendedor, Treinador Comportamental, Palestrante