Aspargos podem ajudar no combate ao câncer!

Aspargos podem ajudar no combate ao câncer!

Autor: Palestrante Álvaro Garnero

Há alguns anos atrás conheci um homem que procurava aspargos para um amigo que tinha câncer. Ele me deu uma cópia de um artigo intitulado “Aspargo para o câncer”, impresso no Cancer News Journal (Dezembro de 1979).
Aprendi através deste artigo que os aspargos podem curar o câncer. Um número de casos favoráveis em que a terapia do Aspargo pôde fazer desaparecer tumores na bexiga, glândulas linfáticas, pulmão, câncer de pele, entre outros…
Nós poderíamos ter ainda mais casos de sucesso para contar, mas a instituição médica tem interferido na nossa obtenção dos registros. Portanto, estou apelando para os leitores espalharem essa boa notícia e nos ajudar a reunir um grande número de casos que poderão impressionar os médicos céticos sobre este remédio tão simples e natural.
Para o tratamento, o aspargo deve ser cozido antes do uso. Podem ser utilizados frescos ou enlatados (desde que não contenham pesticidas ou conservantes).
Coloque-os cozidos no liquidificador e bata até formar um purê. Guarde na geladeira. Dê ao paciente 4 colheres de sopa cheias duas vezes ao dia, de manhã e à noite. Os pacientes geralmente apresentam alguma melhora em 2-4 semanas. Este purê pode ser diluído com água e utilizado quente ou frio.
Esta é a dosagem recomendada, mas, certamente, valores maiores não fazem mal e podem ser necessários em alguns casos.
Estou convencido do velho ditado de que “o que cura também pode prevenir. “. Com base nesta teoria, minha esposa e eu tomamos duas colheres de sopa do purê de aspargos diluídas em água, no café da manhã e no jantar.
Temos o costume de fazer exames de sangue regularmente, e o último deles, foi realizado por um médico especialista da área nutricional, após darmos início à terapia. O exame mostrou grandes melhorias em comparação ao anterior, a qual podemos atribuir com certeza a bebida de aspargos.
Aspargos contêm grande quantidade de uma proteína chamada histonas, responsável pelo controle do crescimento celular. Por essa razão, os aspargos contém uma substância que eu chamo de normalizador do crescimento celular. Isso explica sua ação sobre o câncer. De qualquer forma, independentemente da teoria, os aspargos utilizados como sugerimos, são inofensivos. A FDA não pode impedi-lo de usá-lo e ele pode fazê-lo muito bem. Existem relatos do National Cancer Institute nos EUA, que este é o alimento com o maior índice de glutationa já testado, considerado um dos anticancerígenos e antioxidantes mais potentes que existe.
Se você está se perguntando porque isso não foi divulgado publicamente, saiba que não há lucro na cura do câncer!
Por favor, envie este artigo a todos que você conhece. O ato menos egoísta que alguém pode ter é passar adiante toda a bondade a qual recebeu.

Fonte: https://www.facebook.com/GarneroAlvaro/photos/aspargos-podem-ajudar-no-combate-ao-câncer!-alguns-anos-atrás-conheci-um-homem-/618967031511864

ÁLVARO GARNERO
Empresário e Palestrante